segunda-feira, outubro 31, 2005

Vincent Delerm ( et moi )


Delerm
Originally uploaded by AdamGreen.

Quando Vincent Delerm chegou á RUC, em formato promo album, confesso que me passou entre as mãos, sem que tivesse tido tempo ou até mesmo vontade de o escutar. Da corrente francesa conhecia só os clássicos como Gainsbourg ou Brel, ignorando a assunção de uma nova vaga de chanson française. Porém, dois anos mais tarde, reencontrei o nome Delerm. Quem me levou até ele foi um rapaz com o qual por vezes partilho ao final da noite, uma caneca de cappuccino. Chama-se Neil Hannon (aka. The Divine Comedy) e em plena digressão de Absent friends, mais precisamente em Paris, no Théatre Le Grand Rex, contou com a participação de Delerm no tema Booklovers, recitando este último um poema de Georges Perec. Daí a Kensington Square, um pequeno passo foi dado. Chegado a Kensington, inversão de marcha rumo a 2002. Vincent Delerm é desde logo um album de referências literárias, cinematográficas e musicais. A sua capa, reproduzindo uma película, sugere-nos o mundo fotográfico de Vincent, que capta a invariável rotina dos dias : as idas ao cinema (Deauville sans Trintignant), ao teatro (Le monologue Skakespearien), a casa da namorada (Tes parents), ao zoo (La vipère du Gabon) ... ou até mesmo aquelas noites em que ficar em casa se revela a melhor opção, mesmo que seja num velho sofá enquanto comemos biscoitos e folheamos velhas revistas (Cosmopolitan). Ao final do dia, recordamos Charlotte Carrington e todos aqueles que, como ela, vivem de projectos inadiáveis que, no entanto, se esfumam diariamente. Ao contrário de Vincent Delerm et moi ...

Pedro Sousa

4 Comments:

At quarta nov 02, 10:26:00 da tarde 2005, Anonymous Anónimo said...

Thanks for introducing me to the great music of Vincent Delerm.

 
At quinta nov 03, 09:30:00 da tarde 2005, Anonymous Pedro said...

You're welcome ..

 
At quinta nov 17, 12:59:00 da tarde 2005, Blogger João said...

É incrível como teve que ser um Irish guy a apresentar-te um francês... há quem tenha de ir trabalhar para Bruxelas para acabar com o preconceito da música francesa.

 
At sexta nov 18, 09:49:00 da tarde 2005, Anonymous Pedro said...

Oi meu caro ! Neste momento espero que uma irlandesa bem bonita me apresente a Coralie Clément .. :p

 

Enviar um comentário

<< Home